Quarto dos miúdos · Sala de estar

A mãe a trabalhar, os filhos de férias ou em época de exames

“A minha visão do futuro não são pessoas a fazer exames e a obter certificados no secundário ou na universidade, mas sim indivíduos que passam de uma etapa de independência a outra etapa superior através da sua própria actividade, através do seu próprio esforço e força de vontade, etapa essa que corresponde à evolução e desenvolvimento interior do indivíduo” (Maria Montessori, tradução livre)

Ainda que não me identifique com o sistema de ensino que existe no nosso país, é o que temos! Encontrar um ponto de equílibrio entre aquilo em que acredito e aquilo que é proposto, é desafiante! Há muito que descobri que, enquanto mãe, quero apoiar os meus filhos a encontrarem a forma mais adaptativa de viver na escola que temos. Desenvolver-lhes o espírito crítico perante a realidade que lhes é oferecida assumi como o meu “trabalho de casa”.

Cenário actual: uma filha de férias, dois filhos em época de exames e uma mãe a trabalhar (muitas vezes partilhando todos o mesmo espaço, isto é, a casa). Garantir que se respeitam as necessidades e ritmos de cada um, é a minha tarefa por esta altura. Eu preciso de ordem e expliquei-lhes isso – aceitaram de bom grado manter os quartos e a casa organizada no que deles depender (sei que não são “favas contadas” e que não me livra do meu trabalho de supervisão mas é um bom começo). Para estudar um precisa de sair de casa o outro precisa de ficar – tudo bem! Ao final do dia, os dois precisam de relaxar de formas diferentes. Respeito e ajudo-os a concretizar o descanço.

Nas pausas lectivas, por aqui, o tempo é aproveitado para fazer coisas para as quais habitualmente não há tempo como arrumar gavetas ou lavar frascos de vidro (demolhados durante alguns dias). Alternar isto com tempo de lazer passado com os amigos são programas para quem já está de férias.

Aprendi, de anos anteriores, que nos períodos de pausas escolares dos miúdos lhes posso pedir ajuda extra porque eu continuo a trabalhar e eles estão mais disponíveis. É bom saber que podemos contar uns com os outros, que quando estamos mais atarefados, temos quem nos ama por perto pronto para “dar uma mãozinha”.

Em época de exames e de exigência de trabalho sei que vou cumprindo a minha missão quando tomo o pequeno almoço com um dos meus filhos e ele partilha comigo este vídeo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s