Cozinha

Como gerir o orçamento familiar e comer de um modo saudável

roma

A alimentação sempre foi uma preocupação minha – umas vezes de um modo mais intencional, outras vezes menos (porque nem sempre houve energia para motivar três miúdos a comer de um modo saudável e porque nem sempre a gestão do orçamento familiar foi fácil).

Nos dois últimos anos fiz imensas aprendizagens acerca do que comer, como comer e sobretudo como comprar. Depois de dar “passos para a frente e para atrás”, de me sentir perdida sem saber se obrigo (ou convenço!) os miúdos a embarcarem comigo nesta aventura, de haver meses em que foi possível comprar mais biológico e outros em que não deu, sinto que descobri a melhor forma de gerir todas estas questões.

Olhando para o caminho percorrido, acho que encontrei o meu equilíbrio – tenho uma lista que me orienta e facilita as compras, as escolhas e os cozinhados. Porque esta descoberta modificou realmente a minha vida, hoje quero partilhá-la, certa de que cada um que me lê levará consigo aquilo que lhe fizer mais sentido.

  • Comer alimentos da época. Tem imensas vantagens: é mais barato, diminuiu  a probabilidade dos alimentos estarem cheios de químicos para que cresçam “fora da época” e aprendemos a esperar (sonhando e imaginando o paladar dos alimentos que tanto gostamos). Na cozinha passou a  existir um calendário com a indicação dos frutos e legumes que podemos saborear mês a mês. É tão bom ouvir: “Mãe, está a chegar a altura das castanhas!”
  • Comer biológico alguns alimentos. Graças à Miss Kale elaborei uma lista que trago na carteira – assim sempre que quero ir às compras tenho a minha cábula por perto. Quando posso também compro cenouras e alface biológicas – as primeiras porque são mais saborosas, as segundas porque duram mais no meu frigorífico.
  • Fazer uma ementa e uma lista. Nas semanas que os miúdos estão comigo, fazer uma ementa antes que eles cheguem, tendo em consideração as rotinas  (com especial atenção para a hora de chegada a casa), é um investimento que vale imenso a pena! Quando vou às compras já sei exactamente o que quero comprar e não me perco em coisas desnecessárias. No dia a dia, é uma área da minha vida com a qual não me preocupo. Diminui a probabilidade de “comer qualquer coisa” para despachar. E mesmo que eles não apreciem algum dos pratos, têm tempo para se habituar à ideia de que vão degustar algo novo ou que não gostam tanto…
  • Confeccionar em casa. Passei a adoptar a máxima de que “é melhor um bolo feito em casa (mesmo sendo doce), do que bolachas de água e sal compradas” Sinto que ganhamos duas vezes – é mais económico e mais saudável porque o que fazemos em casa não tem conservantes. É verdade que nem sempre apetece trocar o sofá pela cozinha e ir preparar snacks para levar para a escola e para o trabalho. Com bom senso, vamos gerindo. Vemos se há alguém que esteja com mais disponibilidade para cozinhar e partilhar o que vai fazer. Temos ideias sempre “na manga” e que não requerem grande preparação – uma peça de fruta, um ovo cozido, um pão com manteiga, nutella ou manteiga de amendoins caseiras…
  • Ir comprando. Sim, é verdade que alguns ingredientes que passei a utilizar são um pouco mais caros (óleo de coco, farinhas várias, produtos de higiene…) mas a estratégia que utilizei desde o início foi “uma coisa de cada vez”. Deste modo, fui mudando aos poucos. É verdade que há alturas em que parece que tudo acaba e que é preciso reabastecer tudo ao mesmo tempo. Nessas ocasiões, estabeleço prioridades sempre com a pergunta na cabeça: “O que é mais urgente, melhor para o meu organismo e que serve para mais pessoas cá de casa?”
  • Semana da criatividade. Coincide habitualmente com a semana do fim do mês. Altura em que aproveito para inventar novas receitas com os restos que há no congelador, no frigorífico e na despensa. Confesso que gosto bastante desta semana. É nesta altura que dou largas à minha imaginação.

Comer de um modo saudável, sem fundamentalismos, adaptado à minha realidade e possibilidades passou a ser algo que me diverte.  Dá-me muito prazer esta gestão cuidada. Gosto de a ir partilhando com os outros.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s