Sala de estar

Os livros, as inspirações e as mudanças

Livro 1

Hoje quero falar-vos um pouco de mim. Do meu gosto pela leitura. Desde sempre vivi rodeada de livros. Gosto de lhes sentir o cheiro e de os tocar. Gosto de os abrir “ao calhas” e descobrir que mensagem me trazem. Sei que este gosto pela leitura não é universal. Cá em casa existem pessoas que não viveriam sem livros, outros que nem por isso. Mas tal facto não é um problema, é antes uma riqueza. Quem aprecia a leitura partilha o que descobre, aquilo com que se maravilha e os outros ouvem. Às vezes, ficam curiosos e agarram-se ao livro! Outras vezes não.

Para mim, a leitura é um estado de espírito, uma inspiração, o conhecimento para que possa desenvolver o meu trabalho, o prazer… Sou daquelas leitoras que, sem culpas, lê vários livros em simultâneo. No verão que antecedeu a minha cirurgia não foi diferente. Intuitivamente fui lendo o que ia surgindo no meu caminho e o que me parecia fazer sentido. Foram quatro livros muito inspiradores e que por isso quero partilhar convosco.

Reli A cor dos sonhos. Um livro simples, pequeno, de leitura fácil e que nos leva de volta aos nossos sonhos, à nossa essência. Conta-nos a história da Esperança, uma jovem empresária, num momento de crise familiar e profissional. Relembra-nos a importância de nos conhecermos e sobretudo de não deixarmos que os outros nos digam como somos, nem qual é o nosso sonho.

Descobri a Brida e com ela toda a força do feminino. Percebi a importância de conhecer os meus medos, de os enfrentar e ultrapassar. A necessidade de escutar o silêncio e assim poder ouvir-me. Ouvir o que o meu corpo me diz, o que a minha intuição me aponta como caminho. Com a Brida maravilhei-me com a força que existe em mim, em cada mulher e a necessidade que temos de equilibrar os nossos diferentes papeis/mundos.

Encontrei O tigre e a serpente. Livro essencial no caminho que percorri de consultório em consultório. Com ele aprendi que, também na saúde, posso ter um papel fundamental – de questionar, de investigar, de cuidar… Aprendi a importância de dar tempo ao tempo e de não deixar o medo tomar conta de mim. Permitiu-me ganhar tranquilidade e clarividência.

E terminei O príncipe e a lavadeira, um leitura interrompida muitas vezes. Um livro sério, com humor, com amor e que me deu o enquadramento espiritual que precisei. Que permitiu “ser verdadeira, prestar atenção, ouvir com o coração, falar sem pretender ter sempre razão, sem perder o essencial”.

Há muitas pessoas que me procuram buscando inspiração, apoio, orientação, tal como eu procuro nos livros. Às vezes penso que é uma forma de levar a leitura até aos outros. Gosto disso, é um trabalho que me dá prazer e que, várias vezes, permite que os outros façam acontecer as mudanças com que sonham.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s